19.11.09

O moicano deve ser o corte dos nascidos de novo?


Nestes dias difíceis que a Igreja de Cristo vem enfrentando e que foram previstos (2 Timóteo 3.1), certas atitudes erradas à luz da Bíblia têm infelizmente se tornado comuns entre os que se dizem cristãos. Em nome de uma falsa “liberdade” (que destoa até à libertinagem, isto é, até à insubmissão, à irreverência com relação a princípios e crenças oficialmente aceitos), sob a alegação de que é proibido proibir ou de que se trata de legalismo, práticas biblicamente reprováveis adentram a Igreja. É nesse sentido que bons costumes têm a cada dia sido ignorados. Um claro exemplo disso é que jovens “evangélicos” adotaram, há certo tempo, o corte de cabelo em estilo moicano. Diante de Deus, tal atitude é correta, conveniente, louvável? Quero aqui evidenciar razões por que o crente não deve usar o corte de cabelo dessa forma, a fim de chegar mais e mais à medida da estatura de Cristo (Efésios 4.13), a fim de que seu dia brilhe de tal maneira que se torne dia perfeito (Provérbios 4.18).
Para tanto, leiamos o que Paulo disse em 1 Coríntios 6.12 e 10.23: Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma; Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam. Além disso, o mesmo apóstolo orienta em Filipenses 4.8: Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. É importante lembrar que a Bíblia “não é apenas um livro de mandamentos do tipo ‘pode e não pode’. Ele contém princípios, pelos quais podemos distinguir o puro do impuro, o verdadeiro do falso, etc” (ZIBORDI, Ciro Sanches. Observar princípios bíblicos não é ser legalista. Publicado em 10.11.09. Disponível em: http://cirozibordi.blogspot.com/2009/10/observar -principios-biblicos-nao-e-ser.html Data de acesso: 11.11.09). A partir disso, algumas perguntas devem ser feitas acerca do uso do corte de cabelo estilo moicano: é conveniente?, é edificante?, é puro?, possui virtude? etc. Parece-nos que não, senão vejamos.

A palavra “moicano” se refere a um corte de cabelo de origem indígena, usado, pois, por índios americanos e celtas. Mas não só por esses: é utilizado por punks e outros subgêneros. No entanto, de acordo com Houaiss, o tal grupo indígena é “hoje considerado extinto, (...) habitava a área de Connecticut (Estados Unidos da América) (grifo nosso). Dessa forma, entendemos que o corte moicano está profundamente ligado não aos índios, mas aos punks. Antes de vermos as atitudes desses punks, citemos como é o corte e quais as suas variações:

Quanto ao corte, podemos afirmar, segundo o site Wikipédia (Moicano (corte de cabelo). Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Moicano_(corte_de_cabelo) Data de acesso: 15.10.2009), que ele é, geralmente, raspado dos lados. Algumas vezes é pintado, o que deixa mais "exclusivo". Já quanto a seus tipos, há 1) o moicano que não é raspado dos lados, apenas levantado. Esse tipo, embora menos extravagante, pertence ao estilo em análise; 2) o Moicano Spikes: trata-se do moicano que, no lugar de uma "crista", possui "espinhos", que são estabilizados ora por gel comum (gel-cola, gel-(de)-cera), ora por sabonete de glicerina, ora por clara de ovo, ora por laquê; e 3) Moicano Comum, que é aquele com uma "crista" perfeita, estabilizada por qualquer produto anterior. É válido lembrar, ainda, que seus usuários, os homens, são aqueles que gostam de Rap, Funk, Hip Hop, Reggae, segundo o mesmo Wikipédia.

Na sequência de nossa análise, o estilo moicano de corte de cabelo passou a ser, oficialmente, usado por punks na década de 80 do século passado. Ao longo do tempo, eles foram criando cores e formas diferentes. Mais uma vez, notamos que tal corte tem a ver por inteiro com os punks. O principal difusor do estilo foi o vocalista das bandas Dead Kennedys e The Exploited, pertencentes ao movimento punk. Chamava-se Wattie Buchan. Diz o Wikipédia que, em 1980, no auge da cena Punk/ Hardcore, Wattie exibia seu moicano vermelho nas apresentações da banda nos subúrbios europeus, influenciando não só punks como bandas do gênero até os dias de hoje (WIKIPÉDIA. Moicano (corte de cabelo). Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Moicano_(corte_de_cabelo) Data de acesso: 15.10.2009).

É necessário sabermos que Dead Kennedys é uma banda americana de punk/ rock formada em São Francisco,  Califórnia. Durante os anos de 1980, a banda obteve uma ampla influência no cenário internacional da música punk, com uma mistura experimental entre a música punk inglesa dos idos de 1970, com a energia crua do hardcore norteamericano. Suas canções combinavam deliberadamente letras chocantes com um humor ácido e satírico, com comentários liberais, sarcásticos sobre assuntos sociais e políticos da época. Alguns dos problemas eram que muitas das canções da banda criticam as ideologias de líderes e de entidades religiosas fundamentalistas de posição política conservadora.

No começo de sua história, seguindo a linha de pensamento anárquico de Jello Biafra (pseudônimo de Eric Boucher), militante político anarquista e agitador cultural, o grupo desde cedo se focou nas letras e na ideologia nelas contidas, abusando de sátiras irônicas e ácidas para criticar diversos temas sócio-políticos americanos, como (...) as guerras, os políticos liberais conservadores, a igreja, a polícia entre outras. Mostrando a que veio, em 1979, surge o primeiro single da banda: "California Über Alles" (Califórnia acima de todos), uma crítica direta ao então governador da Califórnia, Jerry Brown. Dois anos depois, Biafra, com o intuito de ir contra as Sagradas Escrituras, lança o disco "In God We Trust, inc." (“Em Deus Nós Confiamos, corporação”), uma prévia do segundo álbum onde se destaca toda a ironia e acidez da banda sobre a igreja. Ressaltamos notadamente que o grupo tenta ridicularizar, sempre que pode, o nome de Cristo, como no polêmico disco "Frankenchrist" (título que sugere a união do nome de Cristo com o de Frankstein), trazendo um encarte do artista suíço H.R. Giger, a mostrar ilustrações de pênis e vaginas. Outro disco da banda foi: "Anarchy for Sale" (Anarquia à venda).

A segunda banda punk mencionada é também acusada de várias atitudes fascistas, como a declaração do vocalista de que odiava negros e latinos e praticava o espancamento deles nos shows da banda. The Exploited, portanto, como encontramos em Wikipédia (The Exploited. http://pt.wikipedia.org/wiki/The_Exploited) e em seu próprio site (http://www.the-exploited.net/stuff.htm), tem em seus shows o estímulo à violência. Seus integrantes, liderados pelo faz-de-tudo da banda, Wattie Buchan, incitavam o preconceito, o humor negro. Além disso, eram favoráveis ao fascismo e ao nazismo. Devido a essa última informação, usavam camisetas com o símbolo da suástica. Expressavam forte oposição à então primeira-ministra inglesa Margaret Tatcher, o que denota insubmissão, algo que Jesus não fez, nem os apóstolos. A discografia do The Exploited é muito vasta e mostra sua tendência à blasfêmia e ao anarquismo, pontos que vão conscientemente contra a Palavra de Deus. No disco de 1986, "Jesus is Dead" ("Jesus está morto"), uma ideia do conteúdo já começa na capa: o desenho de um punk crucificado em trajes sadomasoquistas com mulheres seminuas.

Depressa percebemos que seguir esses exemplos não é nada louvável, puro, de boa fama. Cabe esclarecermos que algumas das músicas da banda, além das que têm por título verdadeiros insultos e palavrões tanto ao cristianismo como ao governo (e que, por terem essa natureza, são impublicáveis), há “Let's Start a War” (Vamos começar uma guerra), “I Believe In Anarchy” (Creio em Anarquia), letra pela qual se afirma que Não me preocupo como o que você vai dizer porque acredito em anarquia; não tenho medo, não tenho vergonha, porque ainda creio em anarquia; e a letra de “Jesus Is Dead” promove ultrajes e blasfêmias. Desses, destacamos: “Jesus, Jesus sleeping on your cross Fuck mankind” (Jesus, Jesus, dormindo em sua cruz, causa desgraça a toda humanidade). Notamos em absoluto que a banda punk vai justamente contra as Escrituras, que dizem Toda amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmias, e toda malícia seja tirada de entre vós (Efésios 4.31; ler também 1 Pe 2.1 ARA, NVI).

É visível que os punks foram os responsáveis por difundir o estilo moicano. Não somente isso. Propagaram também atitudes que, à luz da Bíblia, são amplamente reprováveis e jamais deveriam ser copiadas por um cristão no mínimo que fosse, a saber: o anarquismo, a blasfêmia, o ódio, a guerra. É manifesto, então, que o estilo moicano se refere mais à ideia de anarquismo e blasfêmia do que qualquer outra coisa. Por que então desejar usar esse estilo capilar?

Ora, enquanto anarquismo significa qualquer ataque ou afronta à ordem social estabelecida ou aos costumes reinantes, a blasfêmia é o enunciado ou a palavra que afronta a divindade, a religião ou o que é considerado sagrado. A palavra ‘blasfêmia’ está praticamente limitada à linguagem difamatória acerca da Majestade Divina. (...) o verbo blasfemar é usado de modo geral, acerca de qualquer linguajar insultante, ultraje, calúnia, vitupério etc., como os que se zangaram com Cristo; a respeito daqueles que falam desdenhosamente de Deus ou das coisas sagradas (VINE, W. E. [et al]. Dicionário Vine. O Significado Exegético e Expositivo das Palavras do Antigo e do Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2007). Nesse ponto é importante lembrar as palavras de Jesus em Mateus 15.19 porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias. Ter essas ideias vinculadas ao jeito de ser não é nada positivo para uma pessoa que cristã se diz ser; para um nascido de novo. Por que, então, desejar assemelhar-se a tal condição?

Se o anarquismo está ligado ao ataque contra o governo, não queremos nosso nome conexo a isso, afinal de contas seguimos a Bíblia. Em Romanos 13.1-7, Paulo exorta que nos sujeitemos às autoridades, e não que as ataquemos, como faziam os punks com seus cabelos em estilo moicano. Ordena ele: Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as autoridades que há foram ordenadas por Deus. Por isso, quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação. (...) Portanto, é necessário que lhe estejais sujeitos, não somente pelo castigo, mas também pela consciência. E Pedro concorda: Honrai a todos. Amai a fraternidade. Temei a Deus. Honrai o rei (1 Pe 2.17).

Sem dúvida, um dos maiores divulgadores desse estilo de cabelo de que estamos a tratar foi o jogador David Beckham, que promoveu tal corte, sobretudo na Copa do Mundo de 2002. Nem por isso, é recomendável que um crente, nascido da água e do Espírito, adote tal estilo. Afinal, é imperativo bíblico: E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus (Rm 12.2). Sendo assim, não devemos estar com a mesma forma do mundo, mas ter nosso entendimento tornado novo outra vez e não amar o mundo nem o que nele há (1 João 2.15).

Em resumo, podemos ver que o corte de cabelo no estilo moicano está integrado aos punks dos anos de 1980, especialmente, aos das bandas The Exploited e Dead Kennedys, lideradas por Wattie Buchan. Esse, por sua vez, ostentava seu moicano vermelho. Tais bandas traziam em suas canções letras que procuravam promover não só a insubmissão às autoridades, mas ainda e principalmente a blasfêmia – atitudes condenadas pela Bíblia e, portanto, por todo cristão que honra as Escrituras. Por tudo isso, foram evidenciadas razões pelas quais um crente não deve usar o corte de cabelo nesse estilo, mesmo que muitos “líderes” não reprovem o corte analisado. Fiquemos com as Santas Letras declaradas por Paulo: Se alguém ensina alguma outra doutrina e não se conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e com a doutrina que é segundo a piedade, é soberbo e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas, contendas de homens corruptos de entendimento e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho. Aparta-te dos tais (1 Tm 6.3-5).

Pela orientação da Palavra de Deus,






Artur Freire Ribeiro

26 comentários:

Pastoragente disse...

Graça e paz!
“Andando” por aí cheguei até o seu Blog e quero te parabenizar pela bênção que pude ver aqui.
Já estou te seguindo e será uma honra te receber no pastoragente.blogspot.com.
Se quiser segui-lo vai ser uma alegria pra mim.
No blog conto da forma mais realista e divertida possível as realidades, dúvidas e experiências de uma simples pastora como eu.
Fique na paz. Um abraço.

Eliel Vieira disse...

Olá!

Eu tenho uma abordagem diferente da sua no que concerne às "aparências externas". Leia meu texto "Um Cristão Pode se Tatuar?" e comente!

Abraço!

Eliel

Artur Ribeiro disse...

A paz do Senhor.

Nobre Eliel

Agradecemos sua participação.

Não se trata de abordagem desse ou daquele jeito. O que importa é se se baseia na Bíblia, e se ela tem a palavra final.

Infelizmente seu texto não é assim.

Um abraço,

AFR

Ancelmo Henrique MC (Morais Costa) disse...

Então a irmãs que usam chapinha, alisamento, relaxamento também estao erradas?

O Excêntrico disse...

Deixe eu lhe fazer uma pergunta, Arthur.

E se os punks utilizassem o "corte social", Você estaria com isso dizendo que os nascidos denovo não deveriam tambem usar, é isso?

Porque a sua lógica de argumentação é mais ou menos assim:

1) Os cristãos não devem imitar os punks.
2) Os punks utilizavam corte moicano.
3) Portanto, os cristãos não devem utilizar o corte moicano.

Esta é a idéia central do seu texto.

Você utiliza a péssima conduta moral dos punks para dizer que o corte de cabelo deles é algum ruim. E por isso você se equivoca.

O que mostra que uma pessoa nasceu denovo não é um mísero corte de cabelo, mas a prática dos Frutos do Espírito em sua vida.

Jesus disse:"pelos frutos, os conhecereis".

david disse...

QUE LIXO, MEU DEUS!

JESUS FOI O MAIOR PUNK ANARQUISDTA DA HISTORIA.

DE A CESAR OQUE É DE CESAR!

EU VIM TRAzer a espada!

rafael disse...

mediante a tudo isso que eu li....
eu axo que o que realmente importa é se um simples corte de cabelo é algo tao serio assim...
eu axo que isso noom tem nada a ver pois creio que não é um corte de cabelo que vai me levar ao ceu ou ao infero,o que realmente importa é a verdadeira adoração.....

Anônimo disse...

Até a morte de Cristo na cruz era de grande importância que símbolos e posturas fossem adotadas como representação de um estilo de vida seguido. A partir desta data ficou sendo de maior importância a condição do coração. É muito perigoso trocar estas coisas de lugar. O risco é de transformar o novo nascimento em religião. Quem está mais correto? O filho que atende imediatamente o chamado do pai, mas nunca cumpre a solicitação ou aquele que no momento se recusa, mas arrependido volta e cumpre a solicitação? Religião não salva e Deus não é radical, é misericordioso. Prefiroum moicano do que um pecado de ordem sexual oculto.

Artur Freire Ribeiro disse...

Nobre Ancelmo

A paz do Senhor.

Pedimos que você leia com muita atenção o texto, antes de comentá-lo.

Abraços,

AFR

Artur Freire Ribeiro disse...

Nobre Excêntrico.

A paz do Senhor.

Não, não é isso.

Pedimos que você, quando for ler, faça-o com mais apuro, vez que mostra não ter bem compreendido nosso artigo.

O cristão verdadeiro não deve usar o estilo moicano simplesmente porque a Bíblia diz para não fazer isso.

Você nunca leu Fp 4.8? “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”. Como o uso de tal estilo contraria o mandamento, não devemos adotá-lo, SE quisermos ser fiéis a Deus.

Quem o adota mostra obra da carne (desobediência à recomendação bíblica) e não fruto do Espírito Santo.

Os punks no texto são simplesmente um exemplo de desobediência, já que se rebelam CONTRA o Senhor.

Abraços,

AFR

Artur Freire Ribeiro disse...

Nobre David

A paz do Senhor

DA MESMA FORMA QUE o animal indefeso e acuado rosna, mostra os dentes etc VOCÊ NOS OFENDE E GRITA.

Estude mais a Bíblia.

MATRICULE-SE NA EBD!

Abraços,

AFR

Artur Freire Ribeiro disse...

A paz do Senhor.

Nobre Rafael

...vai pensando assim que você vai acabar no inferno, bobo.

Estude a Bíblia

AFR

Artur Freire Ribeiro disse...

A paz do Senhor.

Caro "Anônimo" (procure se identificar da próxima vez, a não ser que não seja servo do Senhor)

Você é daqueles que creem que "Deus só quer o coração".

Não se engane. Deus não toma o culpado por inocente. Quem diz conhecer a Cristo, mas não observa os Seus mandamentos, é mentiroso, pois a ausência de observância dos mandamentos de Jesus provam que Jesus não está nele, que as palavras do Senhor não estão nele e, portanto, ele mente ao dizer que pertence ao Senhor. Ora, a mentira é algo que é próprio do diabo (Jo.8:44) e nada há do diabo que se encontre em Jesus (Jo 14.30). Portanto, quando se tem alguém envolvido com mentira, este não é do Senhor Jesus.

Releia Fp 4.8 e meu artigo com as referências bíblicas, a fim de ter mais compreensão.

Abraços,

AFR

Anônimo disse...

E ai!

Eu uso o estilo moicano SPIKES, entao de acordo com o texto eu estou pecando e vou ser condenado ao infero?

Anônimo disse...

E ai!

eu uso o moicano SPIKES entao se eu continuar usando eu estarei pecando e serei condenado ao inferno se nao pedir perdao a DEUS.

zilda-tavares.s2 disse...

vc é realmente homen de Deus, parabens pelo seu trabalho, creio que tenha ajudado bastante jovens.
realmente se queremos ser diferente do mundo ai táh um bom passo para se dar e tambem não vamos escandalizar nenhum irmão tambem como diz a palavra do senhor,seria um tanto pertubador chegar na casa de nosso Deus com um moicano...vermelho rsrs.
a paz do senhor

Anônimo disse...

achei muito maneiro e edificante o seu estudo obre o moicano.Queria saber se voce sabre algo sobre aquele corte de cabelo que deixa um rabino na nuca...se poder responder agradeço...

Osvaldo disse...

querido Artur a paz do Senhor, percebo que todas essas que pessoas que contrariarão a sua explicação, não tem o minimo de conhecimento do nosso Deus,pois, a SANTIDADE de DEUS é que causa diferença do profano e todos que são de Deus deve ser como um espelho que reflete a mesma santidade. Por isso Deus não precisa de extravagância nem no cabelo, nem na veste, nem em qualquer outra coisa, pois ELe é SIMPLES E PURO. Abraços, pb.Osvaldo.

Apa.Lídia Souza disse...

Paz do Senhor ,procurando algo para reforçar meu conhecimento sobre o corte moicano encontrei seu relato ,prá mim foi muito proveitoso ,pois acabei de enviar meu filho ao salão para cortar novamente o cabelo ,somos cristãos e ele fez este corte, por não apoiarmos aquilo que fere a santidade do Senhor,ele então obedeceu.Algumas pessoas podem até discordar da minha atitude,mais prefiro ensiná-lo a verdade ,do que vê-lo colhendo frutos de rebelião ,sendo mais um jovem com visão fechada confundido com o mundo ,sei que muitos não entendem o que é ser servo de Deus por isso vemos tantas coisas acontecendo na igreja pela falta de conhecimento muitos tem padecido,e a liderança que pode ensinar tem se corrompido,e temem falar a verdade que salva e negligenciam o chamado para agradar aos que não querem servir á Jesus mais sim se servir de Jesus ,sendo que o próprio Jesus disse:(Mc 8-34b)Se alguém quiser vir após mim ,negue-se a si mesmo,tome a sua cruz, e siga-me. Louvo ao Senhor pela sua vida vá enfrente ,vou divulgar,paz.

Apa.Lídia Souza disse...

Paz,achei uma benção seu comentário,agora a pouco meu filho voltou ao salão para desfazer este corte ,somos servos de Deus e não apoiamos que se comporte de maneira que fere a santidade de Deus.Procurando algo para completar nossa instrução á ele sobre o corte moicano, te encontrei,Deus é bom conosco,muitos podem criticar-me mais a palavra de Deus diz;(Pv 22-6 instrui o menino no caminho em que deve andar,e até quando envelhecer não se desviará dele.)Más nos temos hoje uma liderança omissa,que tem medo de ensinar a verdade por isso o povo padece,falta de conhecimento,os líderes querem estar ensinando as pessoas se servirem de Jesus e não serem servas de Jesus,o evangelho que ensinam não tem renúncia, vem como está e fica como está, é mais fácil assim; por isto vemos jovens na igreja perdidos, mais parecidos com o mundo do quê com Cristo.O próprio Jesus disse:(Mc 8-34b Se alguém quiser vir após mim,negue-se a si mesmo,tome a sua cruz, e siga-me.)Andar com Deus é andar em desacordo com este mundo e precisamos olhar para Jesus se quisermos imitar alguém ou então não nos convertemos ao mesmo Cristo nem ao evangelho e não é sua palavra que queremos seguir.Deus abençoe.

PABLO disse...

EU ACHO Q ELE ESTA CERTO TEM Q TIRAR ESSE MOICANO MESMO
EU FALEI COM MEU PRIMO PRA TIRAR E ELE VAI TIRAR SE Ñ TIRAR APANHA

reflexoes do dia disse...

Meu irmao, a sua pesquisa foi otima e apartir de hoje sou seu seguidor. Os indios moicanos faziam assim para mostrar que eram guerreiros valentes, mais que os seus adversarios. Deus te abençoe!

Anônimo disse...

graça e paz!
estava navegando na internet e vi sua postagem,quero lhe parabenizar o conhecimento que você cita sobre o corte moicano. muito bem explicado,muito bem abordado.dá pra ver que você é homen de Deus.parabéns!
a única coisa que não concordei foi você debater com pessoas que tem a opinião diferente da sua,e ainda por si dizer que ela iria parar no inferno.. mais acima de tudo isso. parabéns querido!

Pr Moises Santos disse...

Meu amigo eu tambem odeio esse tipo de corte,e o fato de eu o odiar o corte,nao quer dizer que Deus seja contra esse tipo de corte,e dizer que quem o usa esta em pecado,por causa da origem do corte,do movimento punk,ja e passar do limite,entao a musica estilo punk tambem e pecado?Usar trechos da biblia fora do contexto para apoiar as nossas vontades,ou condenar as vontades dos outros,ja nao e contexto e pretesto.

Diego - Católico Apostólico Romano disse...

Meu amigo, quanta besteira. Sério que você perdeu todo esse tempo pra "achar" que o simples corte de cabelo moicano é do satanás ? Cara, vai se curar de verdade. Sai dessa, não sei a sua denominação evangélica, se é batista, do quadrangular, ou sei lá o quê, mas você se equivocou totalmente. Abre teu olho, teu bispo, teu pastor tá colocando coisas que não existem na sua cabeça, e não é o corte moicano. Cara, o cabelo é bonito, pra moldar à nossa maneira, não estamos fazendo apologia ao diabo se cortarmos assim. Foi uma total e completa perda de tempo, pois a julgar pelo tamanho da sua paranóia escrita, foi muito trabalhoso. Mas pelomenos, aprendeu um dos sentidos do Moicano, que vem dos índios essa prática. Do resto meu querido, você se equivocou muito. Quer um conselho ? Para de ir atrás e sofrer lavagem cerebral do seeu bispo ou pastor, isso tá te fazendo mal !

Anônimo disse...

A Paz... A Bíblia não é de particular interpretação! Usar versículos isolados para dizer o que "pode ou não pode" é algo extremamente ofensivo à Palavra de Deus a a seus leitores...reveja seus conceitos, pois na Bíblia não diz que corte moicano é pecado!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...