23.8.11

MADURE: “Anda com os sábios e serás sábio” (entrevista)



Inicio hoje a seção Anda com os sábios e serás sábio, a qual será o momento em que entrevistarei, se Deus permitir, verdadeiros instrumentos nas mãos de Deus, isto é, pessoas que são sábias por procurarem estar de acordo com a vontade de Deus – fato que mostra, aliás, a única sabedoria de valor.


Para o nome da seção, baseei-me em Provérbios 13.20, que diz Anda com os sábios e serás sábio, mas o companheiro do tolo será afligido.


Porque é conselho da Palavra que estejamos com os sábios, leiamos a entrevista concedida por ele, que tem ensinado sobremaneira a muitos da Palavra de Deus e, por essa razão, dá-nos aqui uma aula magna nesta seção de entrevistas.


Toda a honra seja para o Senhor Jesus! Amém!

***

Tive a grata satisfação e o privilégio de entrevistar Caramuru Afonso Francisco, ministro do Evangelho, professor de EBD, coordenador do EPAPED (Estudo da Palavra de Deus para Amigos e Professores de Escola Dominical), colaborador do Portal Escola Dominical, além de Doutor em Direito Civil pela USP.

Nesta entrevista, o Prof. Dr. Caramuru respondeu a questões dos mais variados temas, dentre os quais destaco alguns: Escola Bíblica Dominical, música no culto a Deus, apostasia, ordenação de mulheres e homofobia.



Caramuru serve a Deus na Igreja Assembleia de Deus do Belenzinho, na capital de São Paulo (veja o endereço na barra ao lado direito).


Seja edificado, ao conferir a entrevista na íntegra!

Blog do Artur Ribeiro: Para iniciarmos nossa entrevista, gostaria de que o senhor falasse um pouco acerca não só de sua conversão, mas também de sua chamada para o ministério, bem como de sua formação secular.

Caramuru Afonso Francisco: Pela misericórdia do Senhor, nascemos em um lar evangélico e sempre fomos frequentadores da EBD na AD do Belenzinho - sede. Foi em uma aula da EBD que, atendendo ao convite da professora, fizemos a oração de confissão. Aos 12 anos, começamos a dar aulas de Português na então Escola Teológica Pastor Cícero Canuto de Lima (atualmente FAESP) e, aos 14 anos, a dar aulas na EBD na classe dos adolescentes. Depois, fomos dar aula na classe dos jovens. Fomos consagrados ao presbitério em 2000 e a ministro do Evangelho, em 2008. Somos doutores em Direito Civil pela USP e bacharéis em Filosofia, também pela USP.

Blog do Artur Ribeiro: Como ministro do Evangelho, o nobre irmão tem tido a oportunidade de pregar em lugares diversos e, por conta disso, ver variações na liturgia do culto a Deus. No que respeita à música, o senhor acredita que ela tem sido apropriadamente usada pelo povo que cristão se diz ser? E quanto ao fato de não poucos músicos acharem que todo ritmo serve de louvor, o que o irmão tem a dizer?

Caramuru Afonso Francisco: A música, diz-nos o texto de Ezequiel 28, seria uma especialidade do adversário de nossas almas antes de sua queda. Parece-nos que isto tem sido comprovado nos dias em que vivemos. A música tem sido uma porta de entrada do inimigo na perturbação do culto ao Senhor. Nem todo ritmo musical foi criado para louvar e adorar a Deus. Se o louvor é um sacrifício espiritual, como nos diz Hb.13:15, deve ser feito conforme os ditames da Palavra de Deus, com santidade, com exclusividade, pois somente aquilo que foi criado para louvar a Deus é capaz de agradá-l’O. Ora, ritmos musicais criados para cultos a demônios, para entretenimento, para intensificação de desejos e paixões carnais não podem jamais servir a adorar a Deus. Os “músicos” que dizem isto, em primeiro lugar, não conhecem música e, em segundo lugar, não sabem o que é adorar a Deus.

Blog do Artur Ribeiro: Ainda sobre a parte de louvor, como o caro professor encara a dança no culto a Deus?

Caramuru Afonso Francisco: Não há passagem bíblica que vincule a dança a algum ato de adoração a Deus. Não havia qualquer cerimônia de dança no culto estabelecido por Moisés. As menções feitas a danças, na Bíblia, são manifestações populares, desvinculadas ao culto determinado por Deus e que, por vezes, estava vinculada a atitudes que desagradavam a Deus, como, por exemplo, a dança que acompanhou a vinda da arca com destino a Jerusalém, que foi uma tragédia com a morte de Uzá (I Cr.13). Deste modo, não há lugar para dança no culto a Deus.

Blog do Artur Ribeiro: Passando da música para o trabalho feminino na Igreja, registra-se que a missionária Frida Vingren, esposa do co-fundador das AD’s Gunnar Vingren, teve trabalho muito relevante na fundação das Assembleias de Deus no Brasil. Tendo ela da Suécia vindo só e solteira, passado pelos EUA e chegado ao Brasil, orou, pregou, escreveu sobremaneira no extinto jornal Boa Semente, fez culto em presídios, na Central do Brasil, escreveu música e poesia, organizou a Harpa; em resumo, Frida teve uma participação maciça na área eclesiástica. Hoje, pululam pastoras, “bispas” e afins no meio evangélico. O senhor – como professor de EBD – aprova a ordenação de mulheres para o ministério?

Caramuru Afonso Francisco: Não há menção alguma na Bíblia de ordenação de mulheres ao ministério. Mulheres servem a Deus e devem, sim, cooperar na obra do Senhor. Jesus era cercado por mulheres em Seu ministério terreno e foram as mulheres as responsáveis pela divulgação da notícia da ressurreição. No entanto, em momento algum, Jesus separou mulheres para o colégio apostólico, como também os apóstolos não separaram mulheres para o ministério. Não o fizeram porque eram machistas? Não nos parece, pois estes homens eram guiados pelo Espírito Santo (At.15:28) e não haveria preconceito ou dado cultural que poderia prevalecer sobre Deus, como vemos, por exemplo, a questão dos costumes e da dieta judaicos para os gentios. Se não o fizeram, é porque não é lugar da mulher o ministério da palavra, a direção das igrejas. Aliás, Paulo diz que para ser separado para o ministério deve ser “marido de uma mulher”, ou seja, homem e não, mulher.

Blog do Artur Ribeiro: É bem provável que o irmão, na prática do ministério que o Senhor lhe outorgou, já tenha recebido críticas. Elas vêm geralmente de que tipo de pessoas, e como o senhor lida com elas?

Caramuru Afonso Francisco: Críticas sempre teremos, pois os homens foram feitos pelo Senhor para julgar, para pensar. Críticas devem ser analisadas e devemos ter o discernimento espiritual para saber se são construtivas ou destrutivas. As críticas construtivas devem ser acolhidas, segundo a vontade do Senhor. Algumas críticas destrutivas são verdadeiros elogios, pois nos criticam precisamente por estarmos fazendo a vontade do Senhor (I Pe.3:16).

Blog do Artur Ribeiro: Como profissional e crente em Jesus, de que modo o senhor se posiciona no que tange a certos assuntos intrincados, a saber: homofobia, aborto, células-tronco, divórcio?

Caramuru Afonso Francisco: Devemos ter não uma posição nossa, mas a posição da Bíblia a respeito de certos assuntos. Assim, quanto a estes assuntos, nossa posição é a das Escrituras. As Escrituras dizem que só Deus pode dar e tirar a vida (I Sm.2:6). Deste modo, não podemos concordar com o aborto, que é a eliminação de uma vida, assim como a pesquisa com células-tronco embrionárias, que é, também, a eliminação de uma vida. Com respeito à homofobia, somos radicalmente contrários a ela. As Escrituras não permitem nenhuma discriminação, pois Deus não faz acepção de pessoas (Dt.10:17; At.10:34). Agora, uma coisa é sermos contrários à discriminação de quem seja homossexual, outra é ser favorável ao homossexualismo. O homossexualismo é abominável aos olhos do Senhor, é o máximo degrau de rebeldia contra Deus (Rm.1:26,27).

Blog do Artur Ribeiro: Qual é o estado atual da maior parte dos que cristãos se dizem ser e, portanto, da igreja, quanto a erros, modismos, desvios doutrinários, heresias declaradas não apenas em “pregações” e “ensinos” como também em “hinos”?

Caramuru Afonso Francisco: O estado atual da igreja é aquele predito nas Escrituras, ou seja, de apostasia, de aumento da iniquidade. Estamos no término da dispensação da graça e assim deve acontecer. A apostasia, o aumento das heresias e falsos ensinos infestam as igrejas locais em nossos dias e vêm de várias maneiras, principalmente por meio de “pregações”, “ensinos” e “hinos”. Como o povo não tem orado nem meditado nas Escrituras, isto causa a destruição do povo de Deus.



Blog do Artur Ribeiro: Em sua opinião, por que em muitos templos (para não dizer na maioria) há pouca frequência de alunos na EBD, apesar das constantes exortações da Palavra de Deus acerca de buscarmos o conhecimento, de crescermos na graça e no conhecimento, como em Provérbios 1.7 “O temor do SENHOR é o princípio da ciência; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução” ou Pv 2.1-8? Seriam loucos muitos dos que cristãos se dizem ser?

Caramuru Afonso Francisco: Infelizmente, esta é a realidade da apostasia dos últimos dias, como lemos em II Tm.4:3.

Blog do Artur Ribeiro: Que conselhos práticos o senhor daria a professores e superintendentes que desejam ver maior participação na EBD?

Caramuru Afonso Francisco: Em primeiro lugar, dedicação e exemplo. Somente sendo professores e superintendentes assíduos, dedicados e exemplares, poderemos apresentar um trabalho de qualidade para aumentar a frequência de nossas EBDs. Em segundo lugar, é preciso fazer um trabalho pessoal junto aos membros da igreja, convidando-os e, se necessário, buscando-o em seus lares para que venham à EBD.

Blog do Artur Ribeiro: Todos os sábados, o senhor coordena, na Assembleia de Deus - Ministério do Belém, Belenzinho, SP, um excelente estudo da Palavra de Deus para professores de EBD. Conte um pouco sobre esse trabalho.


Caramuru Afonso Francisco: Frequentamos este trabalho desde quando tínhamos 14 anos de idade. Em 2000, tornamo-nos auxiliares do pastor Aldemar Diniz e, a partir de 2004, assumimos a direção deste trabalho que, como trabalho de ensino na igreja, é penoso e tem uma frequência pequena em relação ao que poderia ser, mas sabemos que Deus tem abençoado o esforço e temos contribuído para melhorar o nível das nossas EBDs.


Blog do Artur Ribeiro: Gostaria de que o prezado ministro esclarecesse ao leitor (e certamente o espelhasse) o modo como concilia leitura da Bíblia, oração, preparação de aulas e de esboços, profissão, família, ministério, leitura de literatura, palestras, aulas, pregação, lazer etc...


Caramuru Afonso Francisco: A administração do tempo é importantíssima na vida de toda pessoa. Devemos marcar horário para cada atividade, cumprindo-o rigorosamente. Assim, por exemplo, reservamos um dia para a preparação da lição da EBD, outro período de outro dia para o estudo das lições. Oração e meditação nas Escrituras são diárias e devemos ter tempo reservado para tais atividades.

Blog do Artur Ribeiro: Como ministro da Palavra de Deus, o senhor é exemplo para muitos que pretendem falar da Verdade com exatidão e clareza. Que homens e mulheres de Deus influenciaram seu ministério?

Caramuru Afonso Francisco: Muitos influenciaram a nossa vida espiritual, a começar dos nossos pais e da nossa professora da EBD na infância, a querida irmã Ondina de Oliveira. Nosso pastor, pastor José Wellington Bezerra da Costa, também sempre foi uma referência, assim como outros pastores, como o pastor Severino Pedro da Silva.

Blog do Artur Ribeiro: Ainda nessa linha, o que, além da Bíblia (se puder, diga que versões possui), há em sua biblioteca pessoal que o irmão sugere àquele que almeja crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo?

Caramuru Afonso Francisco: Difícil indicar livros, pois tudo depende do assunto que a pessoa tenha em vista. Destacamos, porém, que qualquer estudioso da Bíblia tem de ter a Bíblia como seu principal livro, nas mais variadas versões, como também um dicionário da língua portuguesa.

Blog do Artur Ribeiro: O senhor já escreveu, escreve ou tem pretensão de escrever livros de literatura evangélica?


Caramuru Afonso Francisco: Não escrevemos qualquer livro evangélico e não temos esta pretensão por ora. É uma atividade muito séria e complexa que, infelizmente, tem sido muito banalizada nos dias de hoje.


Blog do Artur Ribeiro: Como haveria ainda muitas outras perguntas, gostaria de que ponderasse sobre algum assunto que não discutimos, mas o qual julga valioso.

Caramuru Afonso Francisco: Não há algum assunto que queiramos acrescentar.

Blog do Artur Ribeiro: O nobre irmão atende a convites para ministrar a Palavra de Deus? Como fazer-lhe contato?

Caramuru Afonso Francisco: Sempre estamos à disposição dos amados irmãos. Quem quiser entrar em contato conosco, convidamos a que venha em nossas reuniões de estudo da EBD aos sábados, a partir das 19h, na AD do Belenzinho (veja o endereço na barra ao lado direito).

Agradeço ao Dr. Caramuru pela rica entrevista e presteza em responder às questões desta primeira Anda com os sábios e serás sábio. Tenho certeza de que todos que a leram foram edificados pelo aprendizado.

Toda honra demos ao Senhor!

Artur Freire Ribeiro


*Entrevista publicada originalmente em outubro de 2009.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...